Intercâmbio Familiar nos Estados Unidos - Nossa Experiência na Talk School of Languages

5.2.15


Talk School of Languages

Como contei no post anterior, estamos em Fort Lauderdale para um intercâmbio familiar de 3 semanas na escola Talk School of Languages. A escola fica em Davie, um subúrbio de Ft. Lauderdale, bem em frente à Universidade. A região é ótima, tem vários restaurantes e mercados e é de fácil acesso.

Chegamos aqui no domingo e as aulas começavam na segunda-feira seguinte... isso se não tivesse um feriado nacional (Martin Luther King) que ninguém nos falou à respeito. Foi um início meio confuso, mas com um belo dia ensolarado, aproveitamos para passear e visitar o Butterfly World e depois fomos à praia. Veja nossa visita ao parque das borboletas aqui.

 Recepção

Na terça-feira foi então o primeiro dia de aula das meninas e do marido. Eu não fiz o curso porque sou fluente e trabalho em inglês há 12 anos. Meu marido começou a estudar inglês em agosto de 2014, ou seja, nem seis meses. Claro que tinha estudado na escola e feito alguns cursos há muito tempo atrás, mas entrou no nível 2, ou seja, bem iniciante.

 Sala da Manoela

As meninas estudam inglês na escola e a Manoela,8 anos, também faz aulas complementares na escola de inglês Quatrum, em Porto Alegre. Ela conhece algumas palavras, mas também é bem iniciante.

Sala da Juju

Algumas pessoas me perguntaram porque eu estava fazendo isso, já que as crianças estavam em férias, "Tadinhas, estão em férias e você faz elas estudarem... e em outro país!"Bom, não vou negar que a Manoela estava bastante ansiosa. Me perguntava toda a hora como seria, se a professora ia entendê-la, se teria alguma colega que falasse português... enfim, estava nervosa. A Juju demonstrou alguma inquietação um dia antes, dizendo que não queria ir. Eu entendi como ansiedade também então conversei com as duas e disse que para tudo na vida existe uma primeira vez. Elas já tinham vivenciado várias "primeiras vezes", na escola em Porto Alegre, na natação, no inglês, nas aulas de dança... elas tinham tido sucesso em todas as experiências anteriores. Elas também já viajaram algumas vezes para fora do Brasil, aqui para os Estados Unidos, inclusive, então não seria um ambiente totalmente desconhecido.

Juju saindo da aula
 
 Manoela saindo da aula

Finalmente, o pai estaria junto, iria com elas na van, estudaria na mesma escola, estaria disponível caso elas tivessem qualquer problema. Com isso, ficaram mais calmas e foram tranquilas para a escola na terça-feira.

Patio da escola

Confesso que eu fiquei um pouco ansiosa também, sem saber direito como seriam as aulas, a dinâmica, os materiais. O Alexandre teve prova toda a manhã e acabou pulando para o nível 4. As meninas fizeram uma adaptação. A Juju com brincadeiras e a Manoela com algumas conversas e depois partiram para a aula em si.

Livro da Manoela

Os três voltaram pra casa bem empolgados e, nos dias seguintes, sempre tinham novidades. A Juju ficou em uma sala separada da Manoela, onde tem mais 4 coleguinhas, 2 brasileiros, um alemão e um argentino. Infelizmente eles só ficaram a primeira semana. Depois a Juju ficou com 2 colegas novos, uma menina e um menino.


Sala da Juju
A Manoela teve 3 colegas brasileiros, 1 alemã e 1 argentina na primeira semana. Poucas crianças, o que eu achei bem bom. Eles já são alfabetizados então tem livro de atividades e fazem vários exercícios complementares diariamente. A aula da Juju é baseada em jogos e brincadeiras, já que eles ainda não são alfabetizados. Tem um livro onde a professora mostra figuras e cores, eles pintam, fazem artesanato e brincam na sala e no pátio.


Livro da Juju

As aulas são das 09:00 as 12:15, com um intervalo de 15 mins para um lanche. Às vezes a escola fornece o lanche (cookies, suco, salgadinho e doces), nada saudável, mas afinal, estão de "férias". As meninas levam frutas que tem à disposição no buffet do café da manhã (vem embaladinhas, próprias para o lanche) e uma garrafinha de água ou suco.

As novas 'Best Friends Forever' (BFFs)

A van sai do hotel as 8:30 e chega pouco depois das 12:30. O hotel é muito perto da escola e, sem trânsito leva uns 10 minutos. Na primeira quarta-feira o marido chegou falando que na sexta-feira as meninas sairiam em um passeio com a escola. perguntei onde iam, que horas voltavam, etc... e ele não sabia, claro. Não entendeu direito o que falaram lá na escola. Então resolvi buscá-los no dia seguinte e, assim, pegaria mais informações.


Conversei então com a diretora, Barbara, sobre as aulas das meninas, conteúdo, método, dinâmica e ela também me explicou sobre os passeios. Eles acontecem nas sextas-feiras e tem como objetivo expor as crianças à situações reais, sempre em inglês. As professoras são americanas e não falam português. A da Manoela fala um pouco de espanhol, mas é regra da escola só falarem inglês com os alunos.


O Alexandre tem tema de casa diariamente e uma prova semanalmente. Ele fez a primeira prova e tirou 85. Ficou todo faceiro!  Está achando bem forte o curso, até agora. A Manoela volta todos os dias contando as palavras novas que aprendeu e, eu mesma já aprendi algumas com ela! Depois da segunda semana voltou com lição para casa também.


As meninas foram em seu primeiro passeio que foi em um lugar chamado FunDerdome, tipo um clube da criança cheio se brinquedos. Aqui dá pra ver melhor o lugar: www.funderdome.net. 
Barbara falou que eu poderia ir junto, se eu quisesse, mas como eu tinha que trabalhar, não pude ir.


Ela acabou me dando uma cópia da programação semanal, com vários passeios, muitos dos quais nós tínhamos planos de ir. Alguns são pagos à parte e eu vi que, nesse caso, são mais caros do que se formos sozinhos.

Aula da Manoela

Minha avaliação da experiência é super positiva. Gostamos de tudo. As aulas foram produtivas e motivadoras. Atenderam minha expectativa e a do marido também. Aproveitamos para conhecer bem a região e nos aventuramos para mais longe nos finais de semana, em um ritmo mais lento do que normalmente temos quando viajamos, o que nos deu a possibilidade de vivenciarmos o lugar plenamente.

Hoje, Manoela me perguntou se ano que vem podemos repetir, mas dessa vez em Nova York ou no Canadá! Ela está adorando... já fez novas amizades e brinca com as amigas aqui no hotel. Pra quem acha que é sofrimento, taí a melhor resposta!

3 comentários:

Francine D. Agnoletto disse...

Claudia, que legal saber que adoraram!
Queremos muito fazer algo nesse esquema.

Beijão para vcs e aproveitem o restante das férias!


Fran@ViagensqueSonhamos

UMA SENHORA VIAGEM disse...

Oi,Claudia
Eu sou Lilian do blog uma senhora viagem,eu tenho um sonho de fazer intercambio nos EUA,meu inglês é bem simples,mas preferia estar numa turma com senhoras ou adultos,acho que com jovens e adolescentes não ficarei à vontade.Adorei ler sobre essa sua experiência.beijos

Claudia Bins (Cacau) disse...

Lilian Querida,

Meu marido fez o curso também, que só tinha adultos e entre eles, duas senhoras muito queridas, brasileiras! A professora também era uma senhora, muito competente por sinal, segundo o maridão! :-)

Acredito que essa experiência seja válida para todas as idades e recomendo a cidade de Fort Lauderdale para isso. Nós adoramos!

Beijos e obrigada pelo comentário!

Clau